V Programa de Formação Avançada para a Negociação Europeia

23, 29 e 30 de junho e 1 de julho

 

Portugal deve assumir-se como um parceiro inteiro no projecto europeu, capaz de dominar as questões chave da UE e ter posições próprias. Sempre que isso aconteceu foi benéfico para todos. Os portugueses, por razões históricas, têm uma intuição muito interessante para aquilo que deve ser a construção europeia. Considero que há um real défice democrático e que por vezes a Europa é uma máquina muito complicada de entender. Ela tem de ser simplificada, mas há que explicar o seu funcionamento para que os cidadãos possam ter alguma influência nessas decisões, no interesse de Portugal e da própria União Europeia. A UE vive um período dramático da sua história, seja pelos últimos desenvolvimentos da crise de refugiados e terrorismo, pelo impasse na discussão da reforma da União Económica e Monetária e mais recentemente com a discussão em torno do futuro da Europa e o rumo a seguir numa UE a 27.

Foi com este mote que a deputada ao Parlamento Europeu decidiu criar um programa condensado de formação que poderá contribuir, a diversos níveis, para formar portugueses em negociação europeia para que possam também perceber melhor e influenciar este estado de coisas.

Este Programa de Formação partirá da experiência na frente europeia a vários níveis, agora na qualidade de deputada ao Parlamento Europeu e Vice-presidente do respetivo grupo político, anteriormente, como Ministra, na coordenação de Presidências da UE, na preparação de dezenas de Conselhos Europeus, como Conselheira Especial na Comissão Europeia e com o envolvimento em negociações relevantes para o projeto europeu, nomeadamente, com o Tratado de Lisboa e com a estratégia de Crescimento Europeia.

Esta formação irá envolver várias sessões, numa primeira fase em Lisboa, no dia 23 de junho (das 14h00 às 19h00-data a confirmar), e outras em Bruxelas, entre os dias 29 de junho e 1 de julho. O transporte de avião e o alojamento em Bruxelas serão suportados pelo Parlamento Europeu durante os três dias de visita.

A participação neste programa envolve um processo de selecção. Os candidatos deverão enviar uma página A4 com o CV e uma página A4 com uma carta de motivação sucinta. O prazo limite de envio de candidaturas é dia 15 de maio e poderão ser encaminhadas através dos seguintes endereços eletrónicos: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. e Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar..

 

Mais informações aqui.

Voltar