Prémio Professor Doutor Paulo de Pitta e Cunha

O Instituto Europeu da Faculdade de Direito de Lisboa atribui anualmente o Prémio Professor Doutor Paulo de Pitta e Cunha, que visa homenagear uma incontornável figura da história do Instituto Europeu, unanimemente considerado como um dos grandes impulsionadores dos estudos europeus em Portugal.

 

No ano de 2016, a primeira edição do prémio recebeu mais de 30 candidaturas, confirmando que o interesse pela investigação das matéras de integração europeia se mantém. Em 2017, durante a segunda edição do prémio, o interesse manteve-se, comprovado pelas mais de duas dezenas de candidaturas submetidas.

 

O Prémio Professor Doutor Paulo de Pitta e Cunha destina-se a alunos matriculados em qualquer um dos graus de ensino do ensino superior durante o ano letivo em curso. Para avaliação serão aceites trabalhos de investigação inéditos nas áreas do direito da União Europeia (UE), integração europeia, relações entre Portugal e UE, economia europeia ou união económica e monetária. O prémio para o melhor trabalho será no valor de 2.500€.

 

A todos os candidatos deixamos uma palavra de estímulo para que prossigam a investigação e carreira académicas e incentivamos à candidatura a este prémio.

 

 

Edição de 2018

O Instituto Europeu anuncia o call for papers para o Prémio Professor Doutor Paulo de Pitta e Cunha 2018, com as candidaturas abertas até ao dia 19 de fevereiro de 2018. Consulte todas as informações aqui.

Regulamento 2018

 

Edição de 2017

O prémio Professor Doutor Paulo de Pitta e Cunha 2017 foi entregue a Rita de Sousa Costa e Tiago Sérgio Cabral, pelo trabalho A Crise Existencial da União Europeia: Ensaio em torno da realização do projecto europeu no quadro dos desafios geopolíticos e jurídico-institucionais actuais.

Regulamento 2017

 

Edição de 2016

O prémio Professor Doutor Paulo de Pitta e Cunha 2016 foi entregue a Luís Baltazar, pelo trabalho O Euro arrastou Europa para a estagnação secular. Como salvar Portugal?.

Regulamento 2016

Voltar